Um ano depois: O que é

Retalho da Vida

Há um ano atrás eu fiz minha primeira exposição solo. Coloquei uma obra que causou um reboliço no recinto. Lembro de ter escutado “Um artista se colocar na exposição, isso é bem ousado.”, “Isso é um grito de guerra”, e até “Essa é minha peça predileta.”.

‘O Verbo’ foi o nome da exposição, com isso, cada obra representava uma ação. Misturei literatura e arte e me inseri na exposição, pois a história, tratava-se de uma caminhada, aí eu criei essa obra como uma representação de desconstrução/ reconstrução, depende de como você olha.

O ser humano não é uma linha contínua, não pode ser. Desde o nascimento nós somos descobertas, aprendizados. Aí o rumo que vamos seguir vai depender das sensações, sentimentos e observações. E na verdade, cada um é cada um.

‘Que é’ é a possibilidade, o caminho. Com tombos e vitórias. Olhar pra dentro.

_MG_3097

Quer saber como uma foto…

Ver o post original 37 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s