As tranças de Bintou

UniVersoS

Sylviane A. Diouf. Ilustrações de Shane W. Evans. São Paulo. Cosac Naify, 2004

Das tranças à raiz

Era uma vez uma menina. Sua história está no livro As tranças de Bintou, um texto repleto de cultura dos povos africanos. A pluralidade e a imensidade são características daquele continente, berço de toda a humanidade. No texto, não fica clara a localização da aldeia onde mora a menina, nem que a aldeia é na Africa, são as ilustrações de Shane W. Evans que situam a história na África Negra e revelam suas riquezas. O colorido do ambiente acompanha a diversidade africana e detalhes explicitos em seus desenhos informam e acrescentam ao conteúdo escrito.

Na narrativa, encontramos muitos aspectos locais, como a gastronomia, o vocabulário e os nomes próprios, o papel da mulher, o respeito `as gerações anteriores, o reconhecimento da coragem como virtude, o dia-a- dia do povo e seus costumes, como por exemplo: o ritual de batismo, onde o nome do bebê é revelado e…

Ver o post original 260 mais palavras

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s