Os valentes álamos do Sul

Publicado originalmente em A Página Negra de Manuel S. Fonseca:
Quantas vezes já voltei a esta canção? Volto sempre, porque embora seja uma volta grande, uma volta que vai de Lisboa à América, é uma volta que acaba sempre em África. Talvez porque tudo na minha cabeça acaba e começa sempre em África. Era…

A palmada na literatura infanto-juvenil

Publicado originalmente em Já para o quarto, moça!:
Como bem sabem meus seguidores, estou sempre pesquisando o uso das surras corretivas em formato de spanking no mundo real. Um dos melhores termômetros para se medir o quanto determinada prática está presente no imaginário coletivo e a naturalidade com que é encarada, é prestar atenção no modo como ela é…

Um olhar mais aprofundado acerca do nacionalismo

Publicado originalmente em LN (1921):
No post de hoje exploraremos um pouco mais sobre os conceitos de nação e nacionalismo,  e os possíveis impactos nas discussões ambientadas no nosso comitê.A partir de uma leitura de “Nações e Nacionalismos desde 1780” de Eric J. Hobsbawn, tem-se que antes de 1884 a palavra nação significava, segundo o Dicionário…

PESSOA DE BEM

Publicado originalmente em SOBRETUDO:
Mas o que eu poderia fazer? O ônibus não estava muito cheio, aliás, estava praticamente vazio. A viagem corria tranquila. Sem solavancos e com muito vento entrando pelas janelas, que sacudiam sem parar. Os rapazes sorriam, eram simpáticos, pareciam ser humildes, quase miseráveis, estou julgando pela vestimenta: bermuda, camiseta e sandálias.…

Sobre as magníficas vantagens de aprender a tocar a guitarra-harpa

Publicado originalmente em SUPLEMENTO CULTURAL:
Afonso e Zé Tó eram dois irmãozinhos gémeos, de Belmonte.. Gostavam muito de passear. Um dia perderam-se durante uma das suas passeatas. Andaram, ao acaso, por montes e vales à procura do caminho para casa. Foram horas, dias, semanas, meses! Acabaram recolhidos pela Segurança Social e metidos numa instituição de…

Por que eu leio clássicos?

Publicado originalmente em Atraídos Pela Leitura:
O que é um clássico? De acordo com Ítalo Calvino, “os clássicos são livros que, quanto mais pensamos conhecer por ouvir dizer, quando são lidos de fato mais se revelam novos, inesperados, inéditos.” Para mim, um clássico é um livro que sempre inspira alguém ou ainda que aborde…

Sobre a besteira do argumento de que nazismo é de esquerda

Publicado originalmente em Hábitos e Instintos:
Uma forma que achei mais fácil assimilar as diferenças entre esquerda e direita é avaliar o aspecto metodológico destas duas visões de mundo. A direita é reconhecida por empregar o “individualismo metodológico”. Esta abordagem tenta definir o sistema como uma extensão das ações individuais das pessoas. É daí…

Nirvana – Nevermind (1991)

Publicado originalmente em Melodias Erráticas:
Quase no apagar das luzes do dia em que este disco completa 27 anos do seu lançamento… Mas é isso mesmo, antes tarde do que nunca. Nevermind, o segundo disco da banda Nirvana de Seattle que revolucionou os anos 90, seja visual ou musical, foi um divisor de águas.…

O que é Permacultura?

Publicado originalmente em Zaida Machado Paisagismo:
Hoje, é o conjunto de práticas e técnicas que visam a sustentação de um sistema integrado entre propriedade, sociedade e meio ambiente. Visam a preservação da flora e fauna, bem como uma correta utilização dos recursos naturais, de modo a que não se comprometa o suprimento das gerações futuras.…

Ver-o-Peso

Publicado originalmente em Foto & Poesia:
Ver ou averiguar Usar um órgão físico e olhar Ter certeza e verificar -o- Peso que contém a aceleração gravitacional Ou a quantidade de massa Agora não importa -Sim- O conteúdo que a balança mede é essencial Mapará, pirarucu, pescada Araçá, cupuaçú, bacuri Artesanato em cerâmica e madeira -É-…

Ovelha Punk Ruiva

Publicado originalmente em Esquecidos por Deus:
Devo ser sincero, eu não sei exatamente o que pretendo dizer agora, então as próximas palavras surpreenderão até mesmo a mim. Eu estava agora a pouco deitado de madrugada, ouvindo Ozzy Osbourne no meu quarto e por algum motivo me lembrei de uma garota ruiva, baixinha e com marcas…

A náusea

Publicado originalmente em Leituras Livres:
Sartre fez de tudo para dissociar a filosofia existencialista do quietismo e da passividade burguesa. Transformou sua filosofia em uma ética que leva o homem para a ação, pautando-a sobremodo no momento da escolha, o qual, além de nos definir e definir nossa existência, não se apoia em nenhum valor…